CBLOL: Playoffs definidos

A última semana da fase regular definiu o chaveamento das eliminatórias.

CBLOL: Playoffs definidos

Neste domingo (01), foram disputados os jogos da última semana da fase regular do CBLOL. Enquanto a última semana havia definido quais seriam os times que estariam presentes nos playoffs, esta semana serviu para definir o chaveamento. Vorax Liberty e paiN Gaming se garantiram nas semifinais, mas Rensga, LOUD, Flamengo e Red Canids disputarão as quartas de final. Confira os resultados do dia.

CBLOL-playoffs

Os Tradicionais atropelaram os Ninjas da KaBuM!

A primeira partida do dia contou com a já classificada paiN Gaming contra a KaBuM, equipe que acabou eliminada mas fez bom desempenho no sábado. A partida já estava encaminhada para os Tradicionais desde os primeiros minutos, isso porque eles abriram vantagem logo no começo com o plano de jogo voltado para dar vantagem para a rota inferior. 

A composição escolhida por eles evidenciava isso: Robo ficou com o Tahm Kench, campeão que vem ganhando prioridade na rota superior depois de seu rework e que costuma exercer um papel utilitário para o time; Tinowns optou pelo Twisted Fate, campeão que tem presença global no mapa com sua ultimate e facilita muito movimentações paras as rotas laterais. Já BrTT escolheu o Draven, que é seu pick de assinatura e faz muito estrago quando consegue recursos.

Depois que a paiN conseguiu executar um bom dive na rota inferior no início de partida e o BrTT garantiu os abates que iriam acelerar seu pico de poder, os Tradicionais já tinham a fórmula pronta para vencer o jogo.

O resto do embate foi completamente dominante para o lado da paiN, e no final não deu outra. Vitória da paiN Gaming.

Os Cowboys fecharam a fase regular em alta 

No seu último jogo da fase regular, a Rensga provou mais uma vez sua força ao vencer a Red Canids. A confiança dentro do time deve estar bem alta, porque eles optaram pela Irelia na rota do meio, uma campeã que até o momento já acumulava sete derrotas e zero vitórias. No decorrer do jogo parecia que essa estatística iria se manter negativa, já que o mid-laner da Rensga não estava fazendo um bom jogo individualmente.

No entanto, o Trigo, atirador da Rensga, virou a vantagem a favor do seu time praticamente sozinho. O momento decisivo para a realização do feito foi quando ele parou um Barão que estava sendo feito pelo adversário e ainda conseguiu vários abates. No resto do jogo ele fez valer os recursos que adquiriu e se fez essencial nas team fights, aproveitando todo o potencial do spike do Ezreal. Os Cowboys aproveitaram bem a arrancada e finalizaram a partida. Vitória da Rensga.

Os Vorazes não conseguiram parar a locomotiva da Netshoes Miners

Deu zebra de novo! A Miners surpreendeu com um ótimo jogo e bateu a imponente Vorax Liberty novamente nesse split. A equipe da Netshoes já está eliminada, mas mesmo assim deu trabalho para um dos melhores times da competição. Para se ter uma ideia, se a Miners precisasse de desempate eles levariam a melhor por conta da vantagem de 2-0 no confronto direto.

Dentro de jogo, a Vorax trouxe uma composição com Yasuo e Diana e tiveram êxito com o combo de ultimates dos dois campeões em algumas situações. Contudo, a Miners conseguiu voltar bem no jogo ao aproveitar as brechas deixadas pelo adversário. 

Dois jogadores se destacaram nessa retomada: o caçador Hugato, que roubou um Barão importante e que fez diferença nas team fights; e o mid-laner Piloto, que trouxe uma Lissandra para lidar bem com o Yasuo na fase de rotas, o pick acabou sendo muito útil na composição por conta de todo o controle de grupo que ele trouxe para as lutas. 

A Miners usou muito bem a vantagem que adquiriu e fechou o jogo. Vitória da Netshoes Miners.

A FURIA venceu a INTZ

O confronto da FURIA contra a INTZ foi o mais caótico do dia, as duas equipes mostraram postura bem agressiva durante toda a partida. As Panteras começaram dando bastante atenção para a rota do topo, Tyrin estava conseguindo imprimir muita pressão com sua Camille e isso deu espaço para seu caçador construir terreno para um dive. A FURIA abusou muito dessa tática e praticamente anulou o top laner da INTZ na rota. Na outra ponta do mapa, os Intrépidos conseguiram deixar as coisas mais niveladas quando também conseguiram abates em um dive.

No final das contas, quem levou a melhor foi a FURIA depois de achar espaço para um backdoor na base da INTZ. Vitória da FURIA.

Os rubro-negros levaram a melhor em cima da Tropinha

O jogo que fechou a fase regular foi o confronto entre Flamengo e LOUD, e a intensidade da disputa foi digna de playoff. O fator decisivo da partida foram as team fights, os dois times tiveram bons momentos e capitalizaram em cima deles em situações oportunas. No entanto, as duas equipes também estavam cometendo diversos erros, principalmente na parte de posicionamento no mapa sem a cobertura do time e muitas vezes sem visão posicionada para localizar o adversário. 

Em meio a idas e vindas, o Flamengo aproveitou mais dos deslizes da LOUD e dessa forma eles finalizaram a partida, mesmo que de forma custosa. Vitória do Flamengo.

Copyright (C) João Vitor Costa